Pesquisar

quinta-feira, 5 de agosto de 2010


Comer está fora de moda

Se moda é um tendência de consumo, no sentido de gastar dinheiro com roupas, acessórios e coisas que nos fazem parecer com alguma referência estética do momento, não acham estranho falarmos em dietas da moda?
Roupas e sapatos nós compramos para estarmos na moda, se não nos agradam depois que a moda passa, tornam-se descartáveis. Ficam jogados no canto do armário ou são doados a qualquer um que esteja precisando, não da roupa da moda, mas de roupa mesmo. E a nossa dieta? Aliás, dieta, regime, hábito alimentar etc, são nomes que falam do que comemos. Dieta não é um suplemento que vem numa caixinha à venda numa loja de produtos naturais. Dieta não é um produto que promete perda de peso e rejuvenescimento. Dieta não é brincar com a comida sem considerar a interação desta com nosso corpo. Dieta ou regime ou hábito alimentar é um conjunto de alimentos que comemos ao longo do dia e que estão ligados a nossa rotina, aos nossos gostos, as nossas necessidades., à nossa cultura... Se adotamos uma dieta da moda, estamos substituindo o que somos, ou seja, aquilo que costumamos comer, por aquilo que estão dizendo que devemos ser ou comer. Mas, dieta não pode ser moda, porque se os alimentos da moda que ingerimos não nos fizerem bem, não podemos largar nosso corpo no canto do armário nem doá-lo a alguém que esteja precisando, como fazemos com roupa fora de moda.
A nossa dieta não pode seguir as flutuações da moda. Não pode ser descartável como roupa usada, nem modificada toda vez que alguém aparece na TV ou numa revista com alguma novidade para emagrecer. Porque essas pessoas não estão oferecendo orientações de saúde, estão vendendo produtos. Produtos da moda. E vender produtos não tem nenhum compromisso com cuidar da saúde das pessoas.
A nossa alimentação representa a forma como estamos nutrindo o nosso corpo, a forma como cuidamos dele. E o nosso corpo não pode seguir tendências da moda. O nosso corpo precisa de nutrientes e daqueles alimentos que nos dão prazer. E essa combinação é individual, não havendo possibilidade de alguém conseguir dizer pela TV o que é melhor pra todo mundo. Todos nós somos únicos!

Um comentário:

Anna Anjos disse...

Nosso corpo é nosso templo, nossa casa. Cuidemos bem dele! E tiremos os sapatos antes de entrar...

:D