Pesquisar

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O segredo.

Lendo uma entrevista com o ator Anderson Muller descobri que ele já teve 116kg distribuídos nos seus 1,75m de altura e conseguiu perder 28 kg, permanecendo em forma até hoje (vide foto). Ele descreveu sua peregrinação entre tratamentos para emagrecimento mal-sucedidos, conseguindo a perda de peso desejada e manutenção dessa perda apenas por meio de reeducação alimentar e atividade física. Pra ele, comer bem e correr são prazeres e eternos aliados à boa saúde e boa forma.

Nessa mesma semana, pesquisadores da UNICAMP demonstraram em experimento com ratos que o exercício físico aumenta a ação antiinflamatória de uma proteína que age no hipotálamo, centro de controle do apetite no cérebro (ver postagem Neurônios Wars: a picanha contra-ataca). E daí? Vou explicar: diminuindo a inflamação dessa região do cérebro, a pessoa que deseja emagrecer fica com a apetite mais controlado, logo, come menos e emagrece com mais facilidade. Então, o exercício físico, além de queimar calorias, diminuindo os depósitos de gordura (populares pneuzinhos), aumenta a massa muscular e (tchãrãm) reduz a vontade de comer!

Sei que alguns vão se dizer “Pô, quando saio da academia, fico com uma fome desgraçada! Como é que exercício pode diminuir o apetite?”. Boa pergunta! A fome que se sente após a atividade física depende do tipo de alimentação que você tem. Há quantidades e tipos específicos de alimentos para que a atividade física seja bem aproveitada e para que você não saia faminto da academia. Os nutricionistas estão aí pra orientar quanto a isso. Mas fome após se exercitar é normal, todo mundo tem. Assim como sede, cansaço, suor... O que não ajuda é fazer uma maratona e depois passar como um furacão pela geladeira, armário de biscoito etc.

Como relatou o ator, o segredo (que não é nenhum segredo) é reeducação alimentar e atividade física, combinação bombástica pra ter um peso e uma vida saudáveis, sem ficar no ritmo da sanfona. O cérebro, o corpo e você mesmo vão agradecer.

Nenhum comentário: