Pesquisar

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Nota sobre prazer de comer 2

Se fosse me atribuir um pecado, inventaria uma categoria nova: a degustação luxuriosa. Seria como “fazer sexo sem o objetivo de procriação” aplicada ao ato de comer, porque meu paladar é promíscuo e aventureiro por natureza.

2 comentários:

Felipe disse...

Ai... eu engordaria (mais....) pecando! Já é penitência demais!
Kiss

Mônica Lobo disse...

Hehehehe. Por isso que eu foco na qualidade e variedade e não na quantidade. ;)