Pesquisar

terça-feira, 29 de julho de 2008

Vinagrete chique

Uma das preparações mais simples e populares que temos atende pelo nome de vinagrete. Afinal, quem nunca preparou_ ou, pelo menos, ajudou a cortar a cebola_ o famoso molho à campanha que funciona como o intermediário perfeito entre a carne e a farofa do churrasco? É bem verdade que esses dois nomes são ditos como sinônimos, mas andei me informando e parece que o molho à campanha é uma variação do vinagrete_ molho de origem francesa à base de mostarda, iogurte ou maionese, adicionado de uma parte de azeite, outra de vinagre e condimentos variados.
Origens à parte, descobri no último fim de semana que a famosa mistura de vinagre, azeite, cebola, pimentão e tomate pode ser ainda mais irresistível e inusitada.
No sábado à noite, num frio que nem cachaça com mel dava jeito, foi quando decidimos experimentar as maravilhas flambadas de um restaurante em Maringá, anunciadas por uma “promoter” na noite anterior. O lugar era meio rústico e aconchegante. A iluminação ficava por conta das várias velas distribuídas pelo ambiente. As toalhas das mesas tinham uma estamparia que fazia lembrar de casa_ acho que a idéia era mesmo essa. Pelas paredes, quadros com personagens de algum artista desconhecido que emprestou sua criatividade também pra moça rechonchuda e desavergonhada posando seminua junto às chamas da logomarca do restaurante “Fogo Carioca”. Havia uma harmonia curiosa no lugar.
Antes de partir para o prato principal, tivemos a melhor idéia da noite: pedir uma entrada. Aberto o vinho, recebemos uma vasilha com vinagrete acompanhado por uma cestinha com torradas cobertas por manteiga e alecrim. Mas não era um vinagrete comum. Era “O” vinagrete! Estava escrito no cardápio: vinagrete de framboesa. Mas é difícil explicar o que foi degustado naquela noite. O equilíbrio entre o adocicado da fruta, a acidez do vinagre e a picância da cebola era tão perfeito que pedimos outro cesto de torradas! Não dava pra parar de comer... Foi impossível controlar minhas caras e bocas de deleite diante daquela descoberta. O prato principal_ o farfale com legumes flambados e truta defumada_ virou coadjuvante. A gente só queria saber do viangrete!
Voltei de viagem e pesquisei a respeito. Encontrei esta receita que acredito se aproximar do que provei no sábado: morangos picados + cebola branca picada + cebola roxa picada + pimentão amarelo picado + salsinha + azeite + vinagre balsâmico de framboesa + sal + açúcar mascavo ou melaço = vinagrete de framboesa delicioso.
Quem se animar a prepará-lo, me convide para a degustação, por favor. Caso eu me aventure a testar a receita qualquer dia desses, retorno ao assunto com todos os detalhes.
Segue abaixo outra receita semelhante (mais completa) que deve ser igualmente maravilhosa.
Estou aqui tentada a sugerir um festival de vinagretes. Quem topa?

Molho vinagrete de morango

Rendimento: 4 porções de 150 g
Tempo de preparo: 10 minutos
Ingredientes
· 10 morangos médios . 125 g
· 1/2 maço médio de cebolinha-verde . 35 g
· 1 cebola média . 115 g
· 3 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco . 45 ml
· 1/2 xícara (chá) de vinho branco . 120 ml
· 1 colher (sopa) de pimenta-do-reino verde em conserva . 10 g
· 5 colheres (sopa) de azeite de oliva . 50 g
· Sal a gosto

Modo de Fazer

1. Lave os morangos e a cebolinha em água corrente. Tire os pecíolos dos morangos.
2. Coloque os morangos e a cebolinha em uma tigela com solução de hipoclorito. Siga as especificações do fabricante. Em seguida, escorra a solução e seque com toalha de papel os morangos e a cebolinha-verde.
3. Pique os morangos em pedaços pequenos e a cebolinha-verde finamente. Descasque a cebola, lave-a e pique em pedaços pequenos.
4. Coloque em uma tigela os morangos, a cebolinha-verde, a cebola, o vinagre, o vinho, o sal, a pimenta-do-reino e o azeite de oliva. Misture com cuidado até ficar homogêneo.
5. Sirva com salada e sobrecoxa de frango grelhada.
Valor nutricional por porção
160 calorias; 7 g de carboidratos; 1,5 g de proteínas; 13 g de gorduras totais (1,5 g de saturada, 9,5 g de monoinsaturada e 2 g de poliinsaturada); 0 de colesterol; 2 g de fibras; 4 mg de ferro; e 74 mg de cálcio.

Fonte: http://www.azeite.com.br/content.php?action=rate&recid=2786

2 comentários:

Cristiano disse...

Muito bom !!! Como escrever bem faz toda a diferença...suas palavras me fizeram transportar por um instante para aquela atmosfera deliciosa e por um momento acho que até babei...rs...

Bjo molhado de vinagrete !
Cris

Mônica Lobo disse...

A idéia é essa mesmo! Deixar registrado o momento em que aquele vinagrete incrível foi degustado à exaustão! heheheh

Beijos.